O homem mais forte do universo

02Sabe quando você era criança, e qualquer vitória sua significava como se você tivesse se tornado o maior campeão de todas as galáxias? Então, é mais ou menos assim que eu tô me sentindo. Aquele sangue no olho de quem quer sair da aula mas sentou lá no fundo (e vai ter que atravessar a sala, e consequentemente o professor, com a maior cara de pau), a concentração de quem precisa peidar em um elevador lotado, e o arrepio na espinha de quem acabou de ver a ex namorada que tanto gosta com um novo cara. Eu acho que nem o Verón ou os outros jogadores do Estudiantes (que acabaram de ganhar a Libertadores da América em cima do Cruzeirinho dos meus amigos Kalkha e TchulioJoe [oie =*] ) estão se sentindo como eu.

E o motivo de tudo isso é bem simples: Street Fighter IV. Um jogo que me levou de volta à minha infância, sendo quase que um remake do meu jogo de luta favorito de todos os tempos (Street Fighter II). Semana passada eu troquei a placa de vídeo do meu computador e coloquei mais 320 GB de HD com o pensamento (não só, mas também) nesse jogo. E hoje resolvi comprar essa budega de uma vez.

Eu já tinha experimentado na locadora. Já tinha testado e gostado, mas não tinha jogado muito, assim não tive tempo de ligar o quanto o jogo era bom. Continuando, voltei do futebol junto com o meu irmão e meu primo e parei na locadora para buscar o jogo que eu tinha reservado pela tarde. Todo sujo, com a chuteira cheia de barro, mas enfim, foi necessário. Já de volta em casa, jantei dois pratos de feijoada enquanto o jogo instalava e assisti os minutos finais de Palmeiras e Flamengo (e consequentemente vi a conquista argentina do Estudiantes em pleno Mineirão [oie tchulio e kalkhaaaa]). O jogo terminou de instalar, eu tive que configurar os controles de PS2 que são adaptados no meu PC e aí estava livre pra jogar.

Enfim, tirei umas lutas com o meu irmão, e já estava achando que o jogo era do caralho à essa altura. Mas quando meu irmão cansou de apanhar (falo mermo), eu pude jogar o modo ARCADE. Quem conhece sabe que esse é o modo de jogo que envolve a história do mesmo, e o modo clássico de encarar os adversários um a um até zerar. Escolhi o meu xodó da série (o Ken), coloquei no HARDEST (porque eu sou o Dr. Eutanásia, o gueimer supremo e melhor matador de zumbis de Ibaté à Gavião Peixoto) e fui jogar.

A cada luta que passava era uma regressão. A cada hadouken, a cada shoryuken, a cada golpe que eu dava eu me sentia mais jovem. E depois de mais ou menos meia hora jogando, cheguei no chefão. Seth, um cara azul e semi-nu que possui um Yin-Yang no estômago. Um robô que parece o Dr. Manhattan e não tem a piroca de fora (mas é apelão pra porra, se é que me permitem a comparação completamente infeliz e sem graça). Resumo da história: levei quase uma hora pra arrebentar com esse filho da puta, mas percebi a manha dele à tempo hábil (antes que eu me emputecesse e começasse a xingar geral aqui em casa) e zerei a budega.

A emoção que eu senti foi EXATAMENTE A MESMA que eu sentia há uns 13 anos atrás, época que eu alugava Street Fighter II pro meu Super Nintendo e zerava com o E. Honda, apelando pra cacete. Um berro que acordou minha mãe, meu cachorro, meu pai, e deve ter acordado a vizinhança porque o meu PC fica na edícula do quintal. Aquela sensação de ser pintudo e de ter conquistado o universo que eu tinha quando fingia que eu era o Ninja Roxo e imaginava histórias cabulosas sobre meus amigos em perigo e como eu era o jebudo que seria o salvador da pátria.

Não olhem pra esse texto com olhos de “ah, que menino nerd da porra”. O que eu quero dizer com tudo isso é que hoje eu tive o prazer de reencontrar algo que me fazia feliz na infância, e de experimentar isso denovo. O que eu quero dizer é que eu sentia saudades dessa sensação. Eu sentia saudades de ser o salvador da pátria mais uma vez. É bacana ser pintudo. No fim, o que eu quero deixar com isso é uma dica pra quem estiver lendo: reencontre o que te fez feliz. Não to te falando pra voltar com a sua ex, to falando de proveito próprio. Reencontre o que te dava alegria, reencontre o que te fazia sorrir! Porque com certeza, quando você reencontrar, você vai ao menos esboçar um sorriso ao se lembrar de tudo o que já passou junto daquilo.

E no final, quem sabe você não vai se sentir um pouco mais bengudo, como eu?

Abraço.

Vitor Faglioni Rossi

Anúncios

10 responses to this post.

  1. Eu nem tenho muita coisa a comentar sobre esse post , afinal, nunca fui de jogar video-games e derivados [aksopaskpoask,cu.] só que valeu muito a lição, principalmente no meu caso, né? xD

    excelente post, vitim.

    Responder

  2. Vou zerar top gear de novo! (:

    Boa arara. Você é o gueimer master mesmo e um puta de um desocupado. hahuahua

    Responder

  3. Porra, sensacional o post.
    Sabe q esses dias senti algo parecido.. eu tive um megadrive dos 8.. aos 11 ou 12 anos, qdo vendi pra comprar o snes, por causa do bendito donkey kong. Dae esses dias eu tava la jogando ds, e achei um emu de megadrive. Foi tenso. Puxei uma porrada de classicos, e.. cerca de 10 anos depois da ultima vez q encostei num mega joguei denovo. (juro q nunca peguei emu de mega pra pc. Nintendista ate em emu heuheue), e porra, joguei altos classicos.. desde altered beast a sonic 2 e o escambau.. e tb fiquei de cara como que os gamers antigos tinham mais paciencia pra arrebentar um jogo numa ida.. eu morri la no phelios e larguei mao na hora hueheuheu.

    Mto bom o blog.. não tem opção de seguir ele nao?

    Responder

  4. Legal o texto, Vitones! =D

    E o jogo é do carajo memo! =)

    Responder

  5. Para quem estava se sentindo velho (teu último texto), uma boa dose de nostalgia cai bem.

    Minha infância também teve tudo a ver com matar os chefões e dar voadeiras nos amigos.

    @Aluísio ¨Zéh¨
    Faça como eu, assina o feed deste Cretino!

    Responder

  6. Posted by Kalkha on 20 de julho de 2009 at 4:27 pm

    Filho da kenga!
    XD

    Responder

  7. Posted by Kalkha on 20 de julho de 2009 at 4:29 pm

    mas agora serio..eu me senti assim tmb com resident evil 5 *.*
    bom texto jonhy ;D

    Responder

  8. QUE TEXTO VEI QUE TEXTO PUTA MERDA CARA ESCREVE UM LIVRO PORRA
    CRÔNICAS DE VITOR FAGLIONI ROSSI
    BEIJAO CARA, VC MORA AQUI AQUI AQUI CARA S2

    Responder

  9. @TAVIN TAVIN

    Cara, teu Caps tá ligado
    #fikdik

    Responder

  10. Posted by Felipe on 19 de abril de 2010 at 7:44 am

    1.) Duke Nukem 3d
    2.) Diablo
    3.) Ultima VIII
    4.) Red Alert
    5.) Heroes of might and magic II
    6.) Fifa 96
    7.) Counter Strike
    8.) Nascar 94
    9.) Half-Life
    10.) Simcopter

    bonus:
    *Phantasmagoria, Need for speed SE e Full throttle!

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: